quarta-feira, 29 de junho de 2011

Descrevendo o Funcionamento de Uma Usina Eólica



O vento gira uma grande hélice que é conectada a um gerador, produzindo eletricidade. Quando as turbinas de vento são ligadas a uma central de transmissão de energia, temos então a central eólica. A quantidade de energia que será produzida por uma turbina irá variar de acordo com o tamanho de suas hélices ou do local em que ela está instalada, para uma boa produção de energia, não são necessários somente ventos fortes, mas sim a regularidade deles e o fato de não sofrerem turbulências e nem estarem sujeitos a fenômenos climáticos como tufões (grandes massas de ar que se formam na atmosfera e giram em alta velocidade).
O trecho a seguir, retirado da seguinte FONTE, mostra como funcionam os mecanismos de uma turbina eólica mais simples possível:

  • Pás do rotor: as pás são, basicamente, as velas do sistema. Em sua forma mais simples, atuam como barreiras para o vento (projetos de pás mais modernas vão além do método de barreira). Quando o vento força as pás a se mover, transfere parte de sua energia para o rotor;
  • Eixo: o eixo da turbina eólica é conectado ao cubo do rotor. Quando o rotor gira, o eixo gira junto. Desse modo, o rotor transfere sua energia mecânica rotacional para o eixo, que está conectado a um gerador elétrico na outra extremidade;
  • Gerador: na essência, um gerador é um dispositivo bastante simples, que usa as propriedades da indução eletromagnética para produzir tensão elétrica - uma diferença de potencial elétrico. A tensão é, essencialmente, "pressão" elétrica: ela é a força que move a eletricidade ou corrente elétrica de um ponto para outro. Assim, a geração de tensão é, de fato, geração de corrente. Um gerador simples consiste em ímãs e um condutor. O condutor é um fio enrolado na forma de bobina. Dentro do gerador, o eixo se conecta a um conjunto de imãs permanentes que circunda a bobina. Na indução eletromagnética, se você tem um condutor circundado por imãs e uma dessas partes estiver girando em relação à outra, estará induzindo tensão no condutor. Quando o rotor gira o eixo, este gira o conjunto de imãs que, por sua vez, gera tensão na bobina. Essa tensão induz a circulação de corrente elétrica (geralmente corrente alternada) através das linhas de energia elétrica para distribuição.

Clique AQUI para ver uma ilustração sobre a produção de energia a partir de usinas eólicas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário